6 Coisas que garantem a segurança dos seus filhos

Quem ainda não tem filhos sempre acha que cuidar de crianças sempre será uma tarefa super simples e fácil, mas é aí que as pessoas se enganam. Segundo o Ministério da saúde, acidentes são hoje a principal causa de morte de crianças de um a 14 anos no Brasil. Todos os anos, cerca de 4,5 mil crianças dessa faixa etária morrem e outras 122 mil são hospitalizadas devido a diversos tipos de causas no país.

De acordo com dados do Ministério da Saúde disponibilizados na plataforma DATASUS, vejam a distribuição das hospitalizações em decorrência de acidentes por causa e por faixa etária:

Tendo ciência dos dados que revelam um destaque quando o assunto é quedas e queimaduras, separamos X dicas que podem salvar a vida do seu filho principalmente nos primeiros anos de vida:

 

1 – Cozinha não é lugar de criança nunca:

Nos primeiros meses de vida nós pais estamos normalmente esgotados e muitas vezes há semanas seguidas sem ter uma noite de sono completa. Por isso, costumamos na maioria das vezes desempenhar determinadas atividades com certa distração e muitas vezes perdemos até os reflexos que permitirão discernir o que é perigoso ou não. Com todo esse cenário, um dos principais erros é esquentar água ou comida no fogão com a criança no colo, isso aumentará as chances de um acidente grave com queimaduras. Se não possui ajuda com a criança nesse momento, uma opção é utilizar um bebê conforto para deixar a criança em local afastado do fogão, porém em segurança em local que possa vê-lo.

 

2 – Não coloque sofás e camas perto de janelas:

Uma das principais características das crianças que começam a andar e correr, é de querer se aventurar em novos ares escalando as coisas, sendo elas mesa, armários, estantes e qualquer coisa que sejam desafiadoras para elas, mas um do principais acidentes desse tipo acontece quando existem camas e sofás perto de janelas, pois as crianças adoram saber o que tem ali no alto onde só os adultos podem ver. Garanta que todas as janelas possuem redes de proteção e tire todos os móveis que possam dar a oportunidade de a criança querer se aventurar nas janelas da casa.

 

3 – Melhor o bebê conforto no chão do que em cima da mesa:

Quem carrega o bebê conforto sabe que não é uma tarefa fácil, dói os braços e não é nem um pouco anatômico com o corpo do seu carregador. Isso faz com que em momentos oportunos, tenhamos que deixar o bebê em cima de uma mesa no bebê conforto e já pensou se por um segundo de distração alguém esbarra na mesa ou até mesmo o próprio bebê se balance fazendo com que ele vá para a borda da mesa. Pois é, para evitar isso, o mais indicado é que ao descansar você coloque o bebê conforto no chão próximo a você.

 

4 – Não esqueça produtos de limpeza em locais baixos:

Um dos grandes equívocos é achar que os produtos de limpeza são um perigo só para as crianças. Imagine um pai ou uma mãe cansados da maratona diária dos primeiros meses de vida do filho e ao tentar preparar um suco de uva por exemplo, confunda o suco com o produto de limpeza e faça com que a criança se intoxique.

Temos também o clássico problema que é o acesso aos produtos de limpeza por parte das crianças. A maioria dos produtos de limpeza possuem embalagem e cores bem chamativas que geram uma grande curiosidade nas crianças a tentarem experimentarem o que para elas é apenas uma bebida que está ali dando bobeira.

Garanta que os produtos de limpeza possuem seu armário próprio e ficam em local alto para evitar que sejam confundidos pelos adultos ou que sejam acessados pelas crianças.

 

5 – Evite banheiras e trocadores altos:

Sendo o cenário mais crítico para os acidentes com crianças, as quedas causam uma grande preocupação, uma vez que nós pais tentamos manter a integridade de nossas colunas e temos a tendência de querermos fazer as coisas em altura que não massacre nosso corpo. Não descuide e esqueça o sonho de utilizar trocadores em cima de cômodas como vemos em novelas. Se estiver sozinho ou sozinha com o bebê, a chance de você ter que sair de perto do bebê para buscar alguma coisa é muito grande e acredite, o bebê que até então não virava, de repente passa a virar (Os bebês não avisam quando mostrarão suas próximas habilidades), o que pode causa um acidente fatal. A mesma coisa acontece com as banheiras, caso o bebê tente se apoiar nas bordas da banheira, um segundo de distração e o suficiente para que ele consiga fazer um movimento de sair da banheira passando a perna por cima das laterais.

A dica é, se possível utilize banheiras em cima da cama de casal, o que permite que em caso de uma fuga da banheira, ainda seja possível resgatá-lo na cama.

 

6 – Caixa de ferramentas devem ficar fechadas a sete chaves e bem escondida:

Quem tem filhos sabe que ferramentas são umas das coisas mais admiradas pelas crianças, sejam elas chaves de fenda ou alicates. Imagine que você guarda a caixa de ferramentas numa prateleira e a criança decide pegar as ferramentas. Naturalmente a caixa viria a baixo caindo em cima da criança. Mesmo que não deixe a caixa acessível, nunca deixe as crianças brincarem com as ferramentas, pois se tornarão armas nas mãos delas, pois o movimento natural nos primeiros anos de vida é que levem tudo para a boca, nariz e rosto e uma chave de fenda pode causar um acidente de grandes proporções.

Essas dicas simples garantem que diminua drasticamente o risco de acidentes em casa e fazem com que seu nível de alerta diminua e você possa ter um pouco de descanso físico e mental por menor que seja.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *