6 Coisas que garantem a segurança dos seus filhos

Quem ainda não tem filhos sempre acha que cuidar de crianças sempre será uma tarefa super simples e fácil, mas é aí que as pessoas se enganam. Segundo o Ministério da saúde, acidentes são hoje a principal causa de morte de crianças de um a 14 anos no Brasil. Todos os anos, cerca de 4,5 mil crianças dessa faixa etária morrem e outras 122 mil são hospitalizadas devido a diversos tipos de causas no país.

De acordo com dados do Ministério da Saúde disponibilizados na plataforma DATASUS, vejam a distribuição das hospitalizações em decorrência de acidentes por causa e por faixa etária:

Tendo ciência dos dados que revelam um destaque quando o assunto é quedas e queimaduras, separamos X dicas que podem salvar a vida do seu filho principalmente nos primeiros anos de vida:

 

1 – Cozinha não é lugar de criança nunca:

Nos primeiros meses de vida nós pais estamos normalmente esgotados e muitas vezes há semanas seguidas sem ter uma noite de sono completa. Por isso, costumamos na maioria das vezes desempenhar determinadas atividades com certa distração e muitas vezes perdemos até os reflexos que permitirão discernir o que é perigoso ou não. Com todo esse cenário, um dos principais erros é esquentar água ou comida no fogão com a criança no colo, isso aumentará as chances de um acidente grave com queimaduras. Se não possui ajuda com a criança nesse momento, uma opção é utilizar um bebê conforto para deixar a criança em local afastado do fogão, porém em segurança em local que possa vê-lo.

 

2 – Não coloque sofás e camas perto de janelas:

Uma das principais características das crianças que começam a andar e correr, é de querer se aventurar em novos ares escalando as coisas, sendo elas mesa, armários, estantes e qualquer coisa que sejam desafiadoras para elas, mas um do principais acidentes desse tipo acontece quando existem camas e sofás perto de janelas, pois as crianças adoram saber o que tem ali no alto onde só os adultos podem ver. Garanta que todas as janelas possuem redes de proteção e tire todos os móveis que possam dar a oportunidade de a criança querer se aventurar nas janelas da casa.

 

3 – Melhor o bebê conforto no chão do que em cima da mesa:

Quem carrega o bebê conforto sabe que não é uma tarefa fácil, dói os braços e não é nem um pouco anatômico com o corpo do seu carregador. Isso faz com que em momentos oportunos, tenhamos que deixar o bebê em cima de uma mesa no bebê conforto e já pensou se por um segundo de distração alguém esbarra na mesa ou até mesmo o próprio bebê se balance fazendo com que ele vá para a borda da mesa. Pois é, para evitar isso, o mais indicado é que ao descansar você coloque o bebê conforto no chão próximo a você.

 

4 – Não esqueça produtos de limpeza em locais baixos:

Um dos grandes equívocos é achar que os produtos de limpeza são um perigo só para as crianças. Imagine um pai ou uma mãe cansados da maratona diária dos primeiros meses de vida do filho e ao tentar preparar um suco de uva por exemplo, confunda o suco com o produto de limpeza e faça com que a criança se intoxique.

Temos também o clássico problema que é o acesso aos produtos de limpeza por parte das crianças. A maioria dos produtos de limpeza possuem embalagem e cores bem chamativas que geram uma grande curiosidade nas crianças a tentarem experimentarem o que para elas é apenas uma bebida que está ali dando bobeira.

Garanta que os produtos de limpeza possuem seu armário próprio e ficam em local alto para evitar que sejam confundidos pelos adultos ou que sejam acessados pelas crianças.

 

5 – Evite banheiras e trocadores altos:

Sendo o cenário mais crítico para os acidentes com crianças, as quedas causam uma grande preocupação, uma vez que nós pais tentamos manter a integridade de nossas colunas e temos a tendência de querermos fazer as coisas em altura que não massacre nosso corpo. Não descuide e esqueça o sonho de utilizar trocadores em cima de cômodas como vemos em novelas. Se estiver sozinho ou sozinha com o bebê, a chance de você ter que sair de perto do bebê para buscar alguma coisa é muito grande e acredite, o bebê que até então não virava, de repente passa a virar (Os bebês não avisam quando mostrarão suas próximas habilidades), o que pode causa um acidente fatal. A mesma coisa acontece com as banheiras, caso o bebê tente se apoiar nas bordas da banheira, um segundo de distração e o suficiente para que ele consiga fazer um movimento de sair da banheira passando a perna por cima das laterais.

A dica é, se possível utilize banheiras em cima da cama de casal, o que permite que em caso de uma fuga da banheira, ainda seja possível resgatá-lo na cama.

 

6 – Caixa de ferramentas devem ficar fechadas a sete chaves e bem escondida:

Quem tem filhos sabe que ferramentas são umas das coisas mais admiradas pelas crianças, sejam elas chaves de fenda ou alicates. Imagine que você guarda a caixa de ferramentas numa prateleira e a criança decide pegar as ferramentas. Naturalmente a caixa viria a baixo caindo em cima da criança. Mesmo que não deixe a caixa acessível, nunca deixe as crianças brincarem com as ferramentas, pois se tornarão armas nas mãos delas, pois o movimento natural nos primeiros anos de vida é que levem tudo para a boca, nariz e rosto e uma chave de fenda pode causar um acidente de grandes proporções.

Essas dicas simples garantem que diminua drasticamente o risco de acidentes em casa e fazem com que seu nível de alerta diminua e você possa ter um pouco de descanso físico e mental por menor que seja.

 

O PODER DO HÁBITO NA VIDA DAS CRIANÇAS

Nem sempre é fácil fazer com que as crianças desempenhem tarefas rotineiras como tomar banho na hora certa, escovar os dentes sempre após as refeições, etc.

Utilizando como referência o livro O Poder do Hábito do Charles Duhigg, tivemos como entender como nosso cérebro funciona quando o assunto é bons hábitos.

Mudar nossos hábitos sempre tem um grau de dificuldade, porque na maioria das vezes depende de dedicação e muita disciplina e com as crianças não é diferentes, elas adoram rotina, mas se nós pais não os conduzirem para treinar bons hábitos, elas irão adquirir comportamentos condicionados o comodismo.

De acordo com o livro, nós temos hábitos cotidianos que praticamente nem percebemos que estamos fazendo, pois são padrões de comportamentos repetidos por anos e anos como: dirigir, escrever, ,tomar banho, escovar os dentes, se alimentar, etc.

Por isso, através do condicionamento destes comportamentos, os hábitos são assimilados pelo cérebro criando um processo de aprendizado e internalizando o conceito.

Essas ações inconscientes são repetidas automaticamente com o tempo, porque o cérebro está sempre procurando maneiras de poupar esforços.

Sendo assim, compreender porque o hábito é realizado e saber qual o seu objetivo para você, é um grande passo para que possa entender como mudar esse hábito por outra ação.

Criei uma forma simples de instituir bons hábitos na vidas das crianças e você pode tentar também. Funciona!

Veja no vídeo a seguir como foi a experiência:

VIAJAR COM CRIANÇAS: TAUÁ GRANDE HOTEL E TERMAS DE ARAXÁ

Imagine passar uns dias em um castelo (imaginem que o térreo ao sótão da fachada principal são 9 pisos e aproximadamente 27,34 metros de altura). Com seus salões, sua imensidão e todo seu requinte. Isso é possível e está pertinho de nós! Estou falando do Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá em Minas Gerais, um lugar incrível, perfeito para ir com crianças. Você pode conferir nossa experiência de quatro dias no lugar lá no blog pessoal da Bárbara Vitoriano, no diário de viagem!

Mas aqui quero deixar um pouco mais sobre esse lugar maravilhoso, e claro, muitas fotos para vocês conhecerem!

Tauá Grande Hotel

Localizado no Parque do Barreiro, sua construção foi iniciada em 1938 e a inauguração ocorreu em 1944, pelo então presidente Getúlio Vargas e pelo governador mineiro Benedito Valadares.  

Os jardins e todo o projeto paisagístico foram criados pelo famoso pintor e paisagista Roberto Burle Marx. O projeto do arquiteto Luiz Signorelli tem estilo arquitetônico semelhante ao encontrado nas antigas construções coloniais da América espanhola, em países como Colômbia e Venezuela. Suas paredes são revestidas com barro avermelhado, simbolizando simplicidade.

Internamente, o Grande Hotel segue o estilo neo-clássico, com colunas, capitéis e arcos. São muitos salões (antigamente funcionava até um cassino) que nos transportam para o século passado.
Cada detalhe revela muita arte e beleza. É um Patrimônio Histórico Cultural belíssimo ao nosso alcance. Desde 2010 o Tauá administra o local.
Estrutura para as crianças
Apesar de tanta história, o local é mais do que preparado para receber os pequenos. O resort possui uma incrível estrutura de lazer com piscina adulto e infantil, praça de esportes, redário, parquinhos, lago (com várias atividades), tudo isso em meio ao parque que nos dá uma vista de tirar o fôlego.
Além disso, dentro do hotel, há uma Copa Baby que pode ser acessada a qualquer momento com leite, frutas e sopinha para os bebês. Há também menu para crianças com alergias e restrições, assim como opções vegetarianas. Um salão também é preparado para os pequenos realizarem suas refeições com a família e a turma dos Taualegres (falarei deles a seguir).
Os maiorzinhos a partir de 3 anos, podem participar das atividades com a turma de recreação do hotel, os Taualegres. A equipe é maravilhosa e muito carinhosa. As crianças se divertem com as diversas atividades propostas e os pais podem ficar tranquilos por causa do sistema de controle, principalmente dos menores que não saem sem os pais.
Nos dias que ficamos lá, além de toda a estrutura do próprio hotel, teve show de mágico, de música, teatro, festas temáticas e muito mais.
Para a família toda
O lugar é perfeito para toda a família, cada detalhe faz do Tauá Grande Hotel um lugar muito especial. A diária incluir pensão completa e minha dica especial á para o chá da tarde, um momento tão delicioso para relaxar, conversar com música ao vivo.
Para quem curte esporte, a praça é um excelente convite ao exercício. Além de claro, o parque que permite outras atividades, como caminhada, cavalgada ou até mesmo um passeio calmo em meio à natureza.
Ah! Não deixe de visitar a fonte de Dona Beja e também as ruínas do Hotel Rádio, dois lugares cheios de lendas e histórias.
Termas de Araxá
O hotel está integrado as Termas de Araxá por uma galeria suspensa, decorada com afrescos de paisagens e de pontos turísticos do estado.
O espaço possui toda a estrutura do spa com banhos, massagens e outros serviços (para adultos e também com opções para os pequenos) onde são usadas as águas radioativas e sulfuforosas provenientes da um bacia vulcânica do lugar. São tratamentos medicinais, energizantes e estéticos, que nos deixa de corpo e alma renovados.
O lugar é mágico, não há nenhuma descrição que seja fiel ao que é estar naquele lugar, é mágico e renovador.
Por falar em renovador, queria falar do banho de lama que é sensacional. Você cuida do corpo, mas também cuida da mente. É uma hora que você dedica para você, então se forem, não deixem de tomar.
Para saber mais

O site do Tauá possui as informações sempre atualizadas sobre o local, não deixe de conferir! E também não deixem de ver nosso diário de bordo sobre o Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá com crianças!